15/12/2020 às 13h37min - Atualizada em 05/01/2021 às 22h20min

Glicosys Web ajuda usuários com diabetes da cidade de São Paulo

Prefeitura Municipal de São Paulo avançou na informatização da saúde experimentando salto tecnológico com a implementação do sistema GlicoSYS, já adequado à Política Nacional de Prevenção do Diabetes.

DINO
http://www.glucoleader.hmdbio.com.br


A Prefeitura Municipal de São Paulo avançou na informatização da saúde experimentando salto tecnológico com a implementação do sistema GlicoSYS, já adequado à Política Nacional de Prevenção do Diabetes.

Implantado no município de São Paulo, de janeiro de 2018 a outubro de 2020, o sistema GlicoSYS de Gestão de Dados Glicêmicos, desenvolvido pela HMD BIOMEDICAL, monitorou mais de 130 mil pacientes cadastrados online. 

Analisando mais de 56 milhões de dados captados pelo sistema GlicoSYS no período de um ano, foram identificados importantes resultados obtidos com as ações implementadas com as informações disponibilizadas pelo programa de automonitoramento glicêmico (AMG), o qual proporciona melhor qualidade de vida ao paciente através do controle glicêmico acompanhado e controlado, induzindo reduções nos custos ao governo municipal que reinveste na ampliação do acesso dos pacientes ao tratamento. 

“O controle da glicemia reduz de forma significativa as complicações do diabetes mellitus (DM). Assim, métodos que avaliam a frequência e a magnitude da hiperglicemia e das hipoglicemias são essenciais no acompanhamento do Diabetes Mellitus, visando a ajustes no tratamento. O desenvolvimento de testes que avaliam o controle glicêmico a longo prazo, como a hemoglobina glicada (HbA1c)”, preconiza a Sociedade Brasileira de Diabetes.

O registro do controle glicêmico disponibilizado online pelo GlicoSYS proporciona ampla e completa visualização do quadro de acompanhamento com curvas e variações dos níveis de glicose no sangue de cada paciente. As informações que filtradas e hierarquizadas ficam disponíveis para toda cadeia envolvida (paciente, agentes de saúde, médicos, gestores até a autoridade maior, responsável pelo Programa AMG), que acessa todos cadastrados (por UBS, por Região, por grupos de risco, por idade entre outros), enfim dispõem de informações para avaliar e controlar todo programa com um simples acesso à internet de onde estiverem.

As ações do programa, com controle sistemático associado à avaliação dos registros processados e analisados pelos gestores públicos, surpreenderam significativamente com os avanços no controle glicêmico apresentados:

  • Redução de 10%das hiperglicemias (acima de 180 mg/dL);
  • Inclusão de 9%de pacientes no grupo controle na meta-alvo (70 a 180 mg/dL) que de 43% no primeiro trimestre de 2018 passaram para 52% no mesmo período em 2019;
  • Redução de cerca de 0,6% nos índices de controle glicêmico.

Além de ser uma ferramenta de gestão para o administrador público, o sistema GlicoSYS, dentre tantas outras informações, permite também calcular a Hemoglobina Glicada (HbA1C), estimada em tempo real.

A cada aumento de 1% na HbA1C o risco de desenvolvimento de complicações crônicas do diabetes aumenta exponencialmente. Desta forma, reduzir a HbA1C se torna essencial e, a cada 1% de redução, tem-se impacto de:

  • 21% na redução de mortes;
  • 37% menos complicações microvasculares;
  • 14% diminuição de incidência de infarto do miocárdio.

Os resultados obtidos, num período de um ano, mostram que além de melhorar a qualidade de vida dos pacientes, toda cadeia de atenção básica percebeu a redução de busca por atendimento nas unidades de saúde ambulatórias e de emergências, queda no volume de internações causadas por descontrole glicêmico, redução de outras intercorrências, retardamento do desenvolvimento de complicações crônicas induzidos pela doença, e, notadamente, a redução do custeio de toda cadeia, com menor demanda de insulina e de tiras, permitindo que os gestores ampliem o acesso e a qualidade da atenção ao paciente.

O GlicoSYS faz cálculos automáticos das glicemias médias de cada indivíduo, utilizando o modelo preconizado pela Associação Americana de Diabetes – ADA (Translating the A1C Assay Into Estimated Average Glucose Values – Diabetes Care, Vol 31, number 8, August 2008). A governança proporcionada pelo sistema GlicoSYS se evidencia na:

  • Gestão logística do programa que experimenta reduções de demandas de medicamentos e insumos superiores aos 10% tendo maior previsibilidade de consumo e necessidade de reposição dos estoques, além de mitigar eventuais desvios, mau uso, uso indevido de medicamentos, dentre outras motivações que induziam o desperdício, em especial das insulinas e tiras;
  • Gestão da rede de atenção básica com muito menor procura de consultas desnecessárias, organização de agenda, previsibilidade de cuidados de grupos análogos;
  • Contado direto com o paciente, tendo em mãos todo histórico de medições, permitindo orientar para melhores práticas de melhores hábitos, qualidade de alimentação, entre outros;
  • Ações direcionadas a grupos de risco que podem merecer acompanhamento mais próximo para indução de ações integradas com o cuidado de diabetes, por exemplo, acompanhamento de gestantes;
  • A Política Nacional de Prevenção do Diabetes, recentemente aprovada pelo projeto de Lei Nº 133/2017, a ser implementada pelo executivo através do Ministério da Saúde, preconiza um conjunto de recomendações, medidas de conscientização, informação e desenvolvimento tecnológico voltados para a atenção com as doenças crônicas não transmissíveis.

A implantação do sistema na Prefeitura de São Paulo incluiu um processo de treinamento contínuo planejado e acompanhado pelos gestores do programa AMG. Mais de 1500 profissionais de saúde, espalhados em mais de 450 UBSs (pessoal de enfermaria, médicos e agentes de saúde) participaram dos treinamentos e do programa de formação.

A HMD BIOMEDICAL, fundada em 2000 em Taiwan, possui 20 anos de experiência em pesquisa e dedicação na área de glicose sanguínea com especialização em Biossensor de Eletroquímica e engenharia Bioquímica em laboratórios clínicos. Em 2015, a HMD BIOMEDICAL BRASIL assinou uma parceria público-privada com a IQUEGO (Indústria Química do Estado de Goiás) para distribuição e produção de glicosímetros no Brasil.  A HMD BIOMEDICAL é fabricante do sistema de monitoramento glicêmico GlucoLeader, os quais são aprovados pelas agências regulatórias americana (FDA) e europeia (EMA), certificados pela ISO 15.197:2013 e são utilizados atualmente por milhões de pessoas em mais de 30 países.

 

Informações para a Imprensa:

Agência WYS (Camila Antunes)

contato@agenciawys.com.br / (015) 3500-9674



Website: http://www.glucoleader.hmdbio.com.br
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp